Ir para o conteúdo

Vacina contra o coronavírus para filhotes

Os mais afetados pelo coronavírus canino são os filhotes, principalmente até os 3 meses de idade, devido à falta de desenvolvimento do sistema imunológico e do sistema digestivo. O coronavírus canino causa uma infecção aguda e autolimitada que não se torna crônica. O vírus é expelido pelas fezes e sua transmissão ocorre por contato orofecal.

Dentro de 24 a 36 horas após a incubação do vírus, o filhote pode começar a apresentar os primeiros sintomas, como febre, vômito, tremores, diarréia, falta de apetite, desidratação e sangue e muco nas fezes.

 Vacina contra o coronavírus para filhotes

É muito comum que as vacinas em cães sejam polivalentes, ou seja, elas fornecem imunidade a vários vírus e doenças. No caso do coronavírus canino, a vacina que os protege desse vírus é um octovalente, que também atua contra cinomose, adenovírus 1 e 2 (hepatite e tosse do canil), 2 cepas que causam leptospirose, parvovírus e parainfluenza.

pt_BRPortuguês do Brasil